Cinco motivos para um investidor tradicional experimentar o mercado de impacto

Não há mais dúvidas de que os investimentos de impacto vieram para ficar. Hoje, eles ocupam gradativamente a agenda de empresários, governos e, claro, dos investidores. Mas, seja sincero, se houvesse oportunidade, você, investidor do mercado financeiro tradicional, faria aplicações no mercado de negócios de impacto?

Se dependesse apenas dos números, talvez a resposta viesse rápida. Segundo a edição 2020 do Global Sustainable Investment Review, publicado pela The Global Sustainable Investment Alliance, os ativos de investimento sustentável tiveram um crescimento de 15% no período 2018-2020, ao atingir os US$ 35,3 trilhões nos cinco principais mercados mundiais (Europa, Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Japão). No mesmo período, o total de ativos gerenciados profissionalmente  cresceu para US$ 98,4 trilhões. Mas se um mercado mundial aquecido não for convincente o bastante, apresentamos cinco razões para você mudar de ideia.

Abaixo estão listados os cinco motivos retirados da pesquisa realizada, em 2020, com 294 dos maiores investidores de impacto do mundo e que foi organizada pela Global Impact Investing Network (GIIN) com o objetivo de identificar como este mercado de investimentos está se desenvolvendo.

Analisamos a pesquisa 2020 da Global Impact Investing Network (GIIN) e apresentamos 5 motivos para não deixar de investir e acompanhar o desenvolvimento do mercado de impacto.

1. A indústria de investimento de impacto permanece diversificada – Através da pesquisa, concluímos que os pequenos investidores são a maioria, os mercados emergentes (como a África subsaariana, por exemplo) atraem muito interesse e a maior alocação de capital tem sido direcionada para ativos de dívidas privadas.  Impacto social e ambiental são os preferidos como meta de desempenho e há amplo uso dos ODS como  medição de desempenho e gestão. Em média, os entrevistados têm como alvo oito diferentes temas alinhados aos ODS, refletindo a diversidade de seus objetivos de impacto.

2. O investimento de impacto cresceu em profundidade e sofisticação ao longo do tempo – A percepção dos investidores sobre os indicadores de crescimento e a evolução do mercado, nos últimos cinco anos, modificaram suas motivações para comprometer seu capital e determinar as alocações das suas aplicações. Notavelmente, a maioria enxerga que o mercado está crescendo continuamente. Entre os setores preferidos pelos investidores de impacto estão água, saneamento e higiene, alimentos, agricultura e saúde, respectivamente. Por fim, 99% dos investidores pesquisados consideram que seus aportes de capital cumpriram suas expectativas de desempenho de impacto. E 88% estimam que os investimentos de impacto atenderam às suas expectativas de retorno financeiro.

3. A medição de impacto e práticas de gestão amadureceu e as oportunidades de refinamento permanecem – As práticas de medição e gerenciamento de impacto evoluíram ao longo da última década e agora refletem um uso cada vez mais estratégico para diferentes fins e diferentes estágios do ciclo de medição. Os recursos de gerenciamento mais usados ​​são os ODS, o Catálogo de Métricas IRIS, os Conjuntos de Métricas Básicas IRIS+ e as cinco dimensões da convenção de impacto do Projeto de Gerenciamento de Impacto. Mas o mercado aponta para uma padronização crescente, o que facilitará o acesso e uso deste tipo de ferramentas.

4. Os investidores de impacto têm uma perspectiva positiva para o futuro, apesar dos ventos contrários – Os investidores consideram que existem riscos financeiros e de impacto para suas carteiras. Houve inclusive uma percepção de risco diferenciada por conta da COVID-19. Mas esta percepção estava diretamente relacionada ao contexto geopolítico e econômico de cada investidor. Áreas mais afetadas pela pandemia geraram reações mais pessimistas. A despeito desta contingência, os investidores de impacto permanecem relativamente positivos sobre seu desempenho futuro e dizem querer contribuir para remodelar os mercados financeiros de modo que se tornem mais inclusivos e sustentáveis.

5. O propósito final – A comunidade de investimento de impacto global pode ajudar a construir um futuro  inclusivo, mais resiliente e muito mais sustentável.

Quer fazer parte disso?

Na SITAWI toda organização que é selecionada para captar pela Plataforma de Empréstimo Coletivo passa por uma análise profunda que tem como objetivo validar 4 pilares principais: impacto reconhecido, capacidade de execução do negócio, capacidade de pagamento e fibra ética . Assim, todos os negócios que participam das Rodadas de Empréstimo Coletivo são reconhecidos por nós como negócios de impacto positivo. Além disso, por meio da análise aprofundada, a equipe da SITAWI se aproxima da realidade dos empreendedores, endereçando melhor pontos de apoio para serem desenvolvidos pela equipe de acompanhamento a, o que dá uma maior segurança aos investidores que apoiam a organização.

Seja um investidor de impacto positivo! Apoie organizações que fomentam os seus valores e princípios.

Cadastre-se na Plataforma de Empréstimo Coletivo da SITAWI