Vinhos excepcionais são arrematados no 1º Leilão da SITAWI

Tweet about this on TwitterShare on Facebook

No dia 19 de setembro, a SITAWI realizou seu primeiro leilão de vinhos com o objetivo de alavancar recursos e impulsionar as Finanças Sociais e Negócios de Impacto no Brasil. Além dos R$65 mil arrecadados por meio dos 32 lotes, a causa foi comunicada a mais de 90 convidados que conheceram melhor os projetos apoiados pela organização.

A inovação está no DNA da SITAWI, permeando todas as suas áreas de atuação. Assim nasceu o nosso 1º Leilão de Vinhos! Agradecemos a todos que participaram e/ou estiveram presentes no evento, dando todo o apoio e a confiança necessária para sua realização.

Os vinhos foram doados por colecionadores que acreditam na missão de gerar impacto social positivo no Brasil. Foram 32 lotes leiloados e arrematados, como Cos D’Estournel 1995, Ferreirinha Barca Velha 1985 e José Duarte d’Oliveira Quinta do Sibio 1892. Os vinhos leiloados foram recolhidos, transportados e devidamente acondicionados em adegas climatizadas cedidas pela Art des Caves.

O evento foi realizado no Bistrot Parigi, no shopping Cidade Jardim, em São Paulo. A ação contou com Jorge Lucki, um dos maiores conhecedores de vinhos do país, Renato Moyses, leiloeiro responsável da Superbid, e Ana Maria Carvalho Pinto, especialista em eventos sociais.

A SITAWI acredita que mecanismos financeiros podem e devem ser usados para impacto social positivo e entendemos que podemos fazer isso juntos. Na ocasião do evento também foi lançado um vídeo que reúne o trabalho de três organizações apoiadas por mecanismos de Finanças Sociais oferecidos pela SITAWI. Empreendedores do Instituto Alpha Lumen, da Egalitê e do CIES Global contam suas experiências com o financiamento recebido pela SITAWI Finanças do Bem.

Prêmio Visionaris 2017
Os convidados que participaram do Leilão também acompanharam de perto a premiação dos finalistas do prêmio Visionaris – “Construindo alianças de impacto” –, uma iniciativa do banco UBS em parceria com a Ashoka Brasil, que teve sua etapa final integrada ao Leilão da SITAWI. Inspirados pelo tema do prêmio, UBS e SITAWI buscaram criar uma plataforma de comunicação para fomentar o tema e dar visibilidade ao impacto positivo gerado por organizações em diferentes campos de atuação: saúde, educação, direitos humanos, acessibilidade, inclusão, entre outros. Foram finalistas quatro organizações lideradas por mulheres: Instituto Esporte & Educação, da Ana Moser; Escola de Gente, da Claudia Werneck; Todos pela Educação, da Priscila Cruz; e IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas, da Suzana Pádua.

A grande vencedora da noite foi a organização IPÊ, liderada por Suzana Pádua. Gostaríamos de parabenizar todas as quatro finalistas pela dedicação às suas causas e pelo trabalho espetacular que fazem em suas organizações.

Tweet about this on TwitterShare on Facebook