Vamos juntos desenvolver as Finanças do Bem em 2018

Tweet about this on TwitterShare on Facebook

Mobilizar capital para impacto socioambiental positivo é desafiador: requer inovação, capacidade de execução e muita parceria. Em 2017, demos mais um salto de patamar na SITAWI: já somos 35 colaboradores, operando 12 fundos filantrópicos, apoiando 25 iniciativas de impacto socioambiental e aconselhando mais de 30 clientes em temas de Finanças Sociais e Sustentáveis.

Em maio deste ano, completamos 10 anos de atuação e queremos comemorar com ainda mais impacto e inovação. Conheça nossos destaques de 2017 e venha trabalhar com a SITAWI em 2018!

Empréstimos, Investimentos e Garantias para Impacto

Em 2017, lançamos o primeiro Crowdlending de Impacto do Brasil. Realizamos 4 Empréstimos Socioambientais para organizações sociais e negócios de impacto. Através do FIIMP (grupo formado por 22 institutos e fundações), estruturamos o piloto da primeira garantia de Empréstimo Socioambiental para um negócio de impacto.   

Fundos Filantrópicos e Fundos Socioambientais Rotativos

Mudamos nosso patamar de atuação com o contrato para gestão do projeto Território Médio Juruá, com USAID, Coca-Cola e Natura, na Amazônia. Fechamos o ano gerindo 12 Fundos Filantrópicos, mobilizando R$5,1 milhões para 25 projetos, organizações sociais e negócios de impacto, e ainda temos mais R$4,9 milhões em capital filantrópico sob gestão.

Contratos de Impacto Social

Realizamos nosso 1o webinar sobre Contratos de Impacto Social para gestores públicos, onde apresentamos o instrumento, sua aplicação e cases de sucesso para xx pessoas. Repaginamos o portal SIBHub Brasil em parceria com o Social Finance UK e apoio do Instituto Sabin. Nosso terceiro projeto nessa área irá analisar a pré-viabilidade de implementação de um CIS para tornar o ordenamento territorial mais eficiente no Pará.

Desenvolvimento Organizacional

sitawan@s2017_pb

Fizemos um planejamento participativo com 100% da equipe (do estagiário ao CEO), traçando objetivos e metas até 2020. Aprimoramos processos de RH (recrutamento, gestão de voluntários, onboarding de novos colaboradores, avaliação de gestores), redefinimos nossos valores e formalizamos nosso Código de Ética. Fomos reconhecidos entre as 100 melhores ONGs do Brasil (Revista Época e Instituto Doar), 10 melhores em Pesquisa ASG para investidores no mundo (Independent Research in Responsible Investment), e fomos finalistas do Finance for the Future Awards (ICAEW, Accounting for Sustainability). E, para acomodar esse crescimento, triplicamos nosso escritório em São Paulo – venha nos visitar!

Gestão de Riscos Socioambientais para Instituições Financeiras

Expandimos nossa atuação na América Latina em parceria com o BID e Finance in Motion, atendendo bancos e gestores de private equity na Colômbia, El Salvador, Nicarágua e Panamá, assim como em vários estados do Brasil, ultrapassando 40 projetos no tema desde nossa fundação. Também apoiamos o Itaú a inovar com um modelo de integração de riscos socioambientais na análise setorial de crédito.

Pesquisa e Avaliação ASG

Ampliamos nossa cobertura em valuation ASG para 173 empresas na América Latina, sendo 123 brasileiras, e continuamos a oferecer 4.000 empresas na metodologia de rating ASG de nossa parceira VigeoEiris. Mergulhamos nos desafios de sustentabilidade no financiamento do agronegócio brasileiro, realizando projetos de inteligência e proposição de políticas públicas em parceria com WWF, TNC e FAO. Realizamos due diligence ASG em investidas de fundos de private equity e projetos de infra-estrutura no Brasil, Colômbia e Uruguai.

Produtos e Títulos Verdes

Avaliamos as credenciais de todos os 6 títulos verdes (green bonds) emitidos no mercado brasileiro, que levantaram R$ 643 milhões para projetos de energia renovável alternativa. Passamos a coordenar o GT Títulos Verdes do Laboratório de Inovação Financeira, iniciativa da CVM/BID/ABDE para fomento a este mercado no Brasil. Continuamos apoiando o BID no desenvolvimento do Seguro de Eficiência Energética, que será lançado em 2018. Apoiamos a União Europeia no desenho e realização do Fórum de Negócios Verdes UE-Brasil, onde 75 empresas buscaram investimento para seus projetos verdes junto a 18 instituições financeiras.

Publicações

Continuamos gerando conhecimento com 5 publicações abertas, incluindo um Guia ASG para fundos de pensão, análise do mercado de títulos verdes no Brasil, avaliação da evolução da responsabilidade socioambiental no BNDES e um ranking das empresas brasileiras com mais controvérsias socioambientais. Nossas pesquisas também serviram de base para publicações de nossos clientes, como Itaú, Itaú Asset Management, FAO, IDEC e WWF.

Tweet about this on TwitterShare on Facebook