SITAWI assume Secretaria Técnica da Rede Latino-americana de Pagamento por Resultados

Em mais uma etapa para desenvolver o mercado de Contratos de Impacto Social (CIS), a SITAWI assumiu em setembro a gestão da Secretaria Técnica da Rede Latino-americana de Pagamento por Resultados (Red PxR) para o período 2020/2021. Nessa posição, a SITAWI ficará à cargo da coordenação das atividades e do acompanhamento do plano de trabalho da Rede, com o intuito de identificar oportunidades para o desenvolvimento do ecossistema desses instrumentos na região.

A Red PxR é uma iniciativa conjunta entre a SITAWI e mais dez organizações de países como Argentina, Colômbia, Chile, México e Peru, que atuam em distintas esferas na promoção de instrumentos de pagamento por resultados. A cooperação entre os países tem como eixos principais compartilhar aprendizados, fortalecer capacidades técnicas e articular com atores dos setores público e privado a implementação de soluções que promovam maior eficiência aos programas sociais. 

“Os CIS trazem um novo olhar para enfrentar os desafios sociais. O foco em resultados incentiva uma gestão mais eficiente e flexível, o que permite aos programas se ajustarem às reais necessidades dos indivíduos. Hoje temos na América Latina alguns exemplos bem-sucedidos, principalmente na questão do acesso ao emprego. Então, a troca de aprendizados e o trabalho em colaboração entre os países que estão à frente dessas experiências é, sem dúvidas, um processo muito rico”, ressalta Leonardo Letelier, CEO da SITAWI.

Desde 2017 foram lançados três CIS, dois na Colômbia e um na Argentina, promovendo intervenções sociais focadas em solucionar barreiras de acesso a emprego por grupos vulneráveis. Em 2020, foi implementado também na Colômbia o primeiro Fundo de Pagamento por Resultados da região. 

A SITAWI vem desenvolvendo um trabalho pioneiro na área de Contratos de Impacto Social no Brasil ao buscar inovação e apoiar soluções que permitam a contratação e o financiamento de intervenções complementares aos serviços públicos. O processo começou com uma parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) através do Fundo de Investimento Multilateral (FUMIN) para desenvolver essa ferramenta no país, seguiu através de colaboração com governos estaduais para analisar a viabilidade de CIS na área de saúde e, em 2019, com a realização da 1ª Chamada de Contratos de Impacto Social para gestores públicos.

Quer saber mais sobre os Contratos de Impacto Social? Acesse nossa Plataforma SITAWI GOV acompanhe novidades e o maior acervo de publicações sobre CIS no Brasil.