SITAWI vence categoria Emergência Sanitária do Prêmio Empreendedor Social 2021

A SITAWI foi escolhida como a grande vencedora da categoria Emergência Sanitária do Prêmio Empreendedor Social do Ano em Resposta à Covid-19, realizado pela Folha de São Paulo e a Fundação Schwab. Já na Escolha do Leitor, de voto popular, conquistamos o 3º lugar. A cerimônia virtual de premiação foi realizada nesta terça (30), com transmissão ao vivo pelo canal da TV Folha no YouTube. Assista ao evento aqui.

Ao todo, 317 projetos se inscreveram nesta segunda edição do prêmio com foco no enfrentamento da pandemia. A escolha da SITAWI na categoria Emergência Sanitária foi feita por um júri composto de personalidades e especialista como o infectologista Esper Kallás e a escritora e filósofa Djamila Ribeiro, entre outros. Leia a matéria completa sobre a SITAWI no site da Folha.

Receber esse reconhecimento e conquistar a vitória no prêmio é um marco para a organização. Somos muito gratos(as) a todas e todos que dedicaram um tempo de seus dias para votar na SITAWI. Desde o início da pandemia, fizemos a gestão financeira de 16 Fundos Filantrópicos voltados ao combate à Covid-19, mobilizando recursos, EPIs, kits de higiene e cestas básicas, entre outras coisas, para cerca de mil hospitais, comunidades em situação de vulnerabilidade e iniciativas na Amazônia.

Os Fundos Filantrópicos se mostraram necessários para mobilizar recursos de forma rápida, eficaz e transparente para um Brasil que se encontra em uma crise sanitária de caráter emergencial. Eles equiparam o SUS, salvaram vidas em Manaus e mitigaram os impactos da Covid na vida de mais de 8 milhões de pessoas pelo país.

Agradecimentos

Ao receber o Prêmio, Leonardo Letelier, CEO e fundador da SITAWI, falou sobre a jornada da organização frente à causa da pandemia: “A SITAWI faz muita coisa diferente. A gente tem propostas super sofisticadas como uma Plataforma de Empréstimo Coletivo para investimento de impacto e desenvolvemos de Programas Territoriais na Amazônia, mas foi com algo muito mais simples e direto que a gente fez nossa parte no enfrentamento da Covid: a gestão de Fundos Filantrópicos. Esse mecanismo era exatamente o necessário nesse momento e foi o que fez a diferença na vida de milhões de pessoas”, declara. 

Cerimônia foi transmitida virtualmente do auditório da Folha, em São Paulo. Na foto, Leonardo Letelier e os apresentadores do evento, Adriana Couto e Leo Madeira.

Em sua comemoração, Letelier parabenizou os finalistas e agradeceu à sua família, doadores, apoiadores, parceiros, colaboradores e ex-colaboradores da SITAWI e beneficiários que fizeram parte da jornada da organização. Você pode conferir o agradecimento completo na live da premiação.

Campanha de doação

A votação se encerrou, mas a campanha de doação permanece no ar até o dia 25/12. O valor arrecadado para a SITAWI será destinado ao Fundo Filantrópico Matchfunding Salvando Vidas e dobrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Desde seu lançamento, o maior matchfunding da história já mobilizou mais de R$104 milhões, que foram revertidos em insumos, equipamentos hospitalares, usinas geradoras de oxigênio e cilindros de O2 para mais de 600 instituições de saúde em todo o território nacional.

O programa é uma iniciativa do BNDES e conta com a gestão financeira da SITAWI, com a parceria da plataforma Bionexo, da Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), da Benfeitoria e com a revisão independente da E&Y Brasil. Se puder, doe para a SITAWI.