Em 2015, a SITAWI registrou um dos melhores desempenhos de sua história – Confira nosso relatório anual!

Carta do CEO

2015 FOI UM ANO DE CRISE.
EM 2015, A SITAWI REGISTROU UM DOS MELHORES DESEMPENHOS DE SUA HISTÓRIA

No ano em que as nuvens econômicas acinzentaram e prometem encobrir os céus por algum tempo, o planejamento e a estratégia da SITAWI permitiram que tivéssemos mais impacto social, resultado financeiro e alavancagem operacional. A equipe cresceu para 20 pessoas (e mulheres agora são a maioria!), abrimos um escritório em São Paulo, entramos no TOP10 Global das melhores casas de pesquisa socioambiental do Independent Research in Responsible Investment (IRRI 2015) e nosso Diretor de Finanças Sustentáveis, Gustavo Pimentel, foi eleito o melhor Analista Socioambiental do mundo!

Batemos a marca dos R$ 6.7 milhões alocados no setor social, sendo R$ 3 milhões em Empréstimos Socioambientais, em mais de 40 projetos apoiados com 179 mil pessoas beneficiadas ao longo dos 8 anos de Finanças do Bem. Além disso, diversificamos e aprimoramos nosso trabalho com Fundos Filantrópicos e apoiamos movimentos de massa que envolvem doações da sociedade civil, fortalecendo nossa missão de apoiar o desenvolvimento de uma Cultura Filantrópica no Brasil.

Ao longo do ano, gerimos 7 Fundos Filantrópicos, sendo dois deles de grande destaque na imprensa. O Fundo DáPé recebeu os mais de R$ 400 mil arrecadados em crowdfunding, capitaneado pela produtora Pindorama e pela Fundação SOS Mata Atlântica para reflorestamento na beira do Rio Una, em São Paulo. E o Fundo SouMinasGerais, em prol das vítimas da tragédia em Mariana-MG, geriu a renda dos shows beneficentes em Belo Horizonte e São Paulo, nos quais se apresentaram artistas como Caetano Veloso, Milton Nascimento, Jota Quest e Maria Gadu.

Em outubro, a Força Tarefa de Finanças Sociais (FTFS), da qual fazemos parte da Diretoria Executiva, lançou as recomendações para o avanço do campo de Finanças Sociais e Negócios de Impacto no Brasil, em São Paulo, com a presença de Sir Ronald Cohen, pioneiro global no tema. Ao mesmo tempo, avançamos no de- senvolvimento de Social Impact Bonds no Brasil.

No programa de Finanças Sustentáveis, celebramos uma parceria importante com a Vigeo Eiris, líder global em fornecimento de pesquisa socioambiental para investidores responsáveis. É a primeira vez que este serviço passa a ser oferecido no Brasil por meio de uma plataforma global e produzido a partir de nosso expertise local, com monitoramento contínuo de mais de 100 empresas brasileiras listadas em bolsa.

Por outro lado, nossa área de Captação de Recursos sofreu com o mau tempo econômico: o “medo da crise” foi o pano de fundo para a diminuição dos aportes filantrópicos recebidos. Apesar disso, só podemos agradecer por todo apoio recebido até aqui. Acreditamos que se nos mantivermos conectados e colaborando, a transformação socioambiental positiva irá prosperar mesmo em tempos difíceis.

Contamos com cada um e cada uma de vocês engajados nesta Rede pelo Bem para fazermos juntos um 2016 ainda melhor.

Leonardo Letelier, CEO

Confira aqui nosso relatório anual: http://bit.ly/RelatorioSITAWI2015