SITAWI fecha empréstimo socioambiental com o Instituto Peabiru

Em setembro, as duas organizações formalizaram a operação que irá beneficiar diversas famílias assentadas na Ilha do Marajó. Os trabalhos realizados pelo Instituto Peabiru no Marajó recebem este aporte financeiro especialmente para a execução das atividades em campo de assistência técnica à famílias que vivem da produção rural em assentamentos.

Diversas organizações não governamentais no Brasil não conseguem financiamentos com bancos tradicionais ou, quando possível, as altas taxas de juros cobradas inviabilizam o negócio para a instituição. Desta forma, a SITAWI contribui com a diversificação do tipo de capital e com a qualificação do seu uso e aplicação potencializando o impacto social causado, neste caso, pelo Instituto Peabiru com atuação no estado do Pará.

“O empréstimo social é muito importante para nosso fluxo de caixa, já que muitas vezes temos que investir enquanto não há liberação financeira dos patrocinadores e financiadores. Então é importante termos uma linha de financiamento fora do mercado tradicional e que conta com juros bem menores. No final, iremos economizar bastante”, explica Hermógenes Sá, tesoureiro do Instituto Peabiru.

Para conhecer melhor o trabalho realizado pelo Instituto, acesse: http://peabiru.org.br/