SITAWI e Recicladora Urbana se unem para gerar mais impacto socioambiental

A SITAWI Finanças do Bem firmou parceria com a Recicladora Urbana, empresa especializada em Logística e Manufatura Reversa nos descartes de Equipamentos Eletrônicos de Informática e Telecomunicações, visando aumentar seu impacto socioambiental. Dentre os objetivos, estão o fornecimento  de softwares e de equipamentos remanufaturados de TI da marca REMAKKER, bem como atendimento à demanda de descarte de equipamentos em desuso para a SITAWI e organizações parceiras. Será uma oportunidade, portanto, para que nossos parceiros, sejam ONGs ou Negócios de Impacto sem fins lucrativos, tenham acesso a equipamentos de qualidade por um preço abaixo do mercado e com garantia.

Os produtos REMAKKER são uma inovação da Recicladora Urbana para atender entidades do terceiro setor ao utilizar computadores recondicionados em suas operações. São equipamentos de TI com origem certificada que, após descaracterização de dados e propriedade, seleção rigorosa e aprovação de condições técnicas e operacionais, passam por processo de remanufatura, gerando produtos seminovos e operacionais a custos acessíveis com impacto ambiental positivo e em conformidade com a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Segundo relatório da ONU, o Brasil gera mais de 1,4 milhão de toneladas de resíduos eletrônicos por ano e menos de 2% são descartados corretamente. A Política Nacional de Resíduos Sólidos de 2010 determina a Responsabilidade Compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos. Dessa forma, pessoas físicas e jurídicas não estão isentas da responsabilidade por danos causados pelo descarte inadequado dos respectivos resíduos ou rejeitos.20161006 banner recicladora-04

A Recicladora Urbana é uma empresa especializada na gestão sustentável de resíduos eletrônicos. Sua missão é facilitar aos fabricantes e às organizações usuárias destes equipamentos o cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos, contribuindo para tornar a sociedade mais consciente. É certificada pelo Sistema B e membro da Fundação Ellen MacArthur, contribuindo com a Economia Circular. Desde sua fundação, em 2013, já processou mais de 500 toneladas de equipamentos eletrônicos. Conheça.