Primeiro título verde do Equador ganha prêmio da Climate Bonds Initiative

O banco equatoriano Pichincha, que emitiu o primeiro título verde do país em 2019, ganhou o 5º Prêmio Green Bond Pioneer Awards da Climate Bonds Initiative na categoria “New Market Green Pioneer: Ecuador”. Com essa emissão, que contou com a consultoria da SITAWI no desenvolvimento de seu framework, através de assistência técnica do BID Invest, o banco visou impulsionar sua linha de créditos ambientais e apoiar projetos de energia renovável, eficiência energética, construção e transporte sustentáveis. Maior instituição financeira do Equador, o Banco Pichincha captou US$ 200 milhões através desse título.

“Os títulos verdes vêm crescendo em ritmo acelerado no mundo. A América Latina e o Caribe acompanham essa tendência, com um volume cada vez maior de emissões do tipo – sejam de mercados mais maduros, como Brasil e Chile, sejam de mercados novos, como é o caso do Equador. Ficamos muito contentes de apoiar o Banco Pichincha nessa jornada e ajudar na ampliação do financiamento de projetos verdes em um mercado tão relevante para a região. Acreditamos que essa emissão vai impulsionar outras no país e em nações vizinhas, especialmente no contexto de recuperação econômica pós-covid, que vai demandar investimentos mais social e ambientalmente sustentáveis”, comentou Fred Seifert, chefe de Operações para América Latina e Caribe (ex-Brasil) da SITAWI,  

A SITAWI opera a maior prática de consultoria dedicada a Finanças Sustentáveis da América Latina, hoje com mais de 30 profissionais. Já atuamos em 14 países da região e somos uma referência em diversos temas, como títulos verdes. Fomos pioneiros no Brasil neste tipo de projeto e provedores de segunda opinião para mais de 90% das emissões para o mercado nacional. Em 2020, abrimos nosso primeiro escritório fora do Brasil, em Bogotá, na Colômbia, para atender a crescente demanda dos países da região.

Conheça nossa base de dados de títulos verdes no Brasil.