Primeiro Crowdlending realizado para um negócio de impacto no Brasil

Tweet about this on TwitterShare on Facebook

Através da plataforma online Broota, a SITAWI liderou um processo de captação fechada que consolidou o primeiro “empréstimo coletivo” para um negócio de impacto no país. Junto com três investidores, foi possível realizar um aporte de R$100 mil para o negócio de impacto selecionado.

Esta inovação une o Crowdlending ao Investimento de Impacto. Além de taxas abaixo de mercado para o tomador, a SITAWI agrega assessoria estratégica para acompanhamento contínuo do negócio. Para o investidor, é uma oportunidade de investimento com a avaliação de riscos prévia realizada pela SITAWI, que seleciona iniciativas comprometidas com impacto social.

“Acreditamos que, além do Investimento de Impacto com maior atenção da mídia e do mercado – focado em empresas nascentes com alto potencial de crescimento, mas também alto risco -, existem muitas oportunidades de financiar organizações de impacto, com e sem fins lucrativos, através de empréstimos, instrumento mais adequado para organizações mais consolidadas e com menor risco. Ficamos entusiasmados de poder oferecer  essa oportunidade para potenciais investidores, por enquanto exclusivamente para nossos apoiadores”, afirma Leonardo Letelier, CEO da SITAWI.

O investimento coletivo permite que pessoas físicas que não possuem recurso suficiente para realizar uma transação inteira, possam contribuir com pequenas partes para a realização do empréstimo. Esse formato possibilita, também, o aumento no número de empresas apoiadas e o impacto gerado.

A seleção do negócio de impacto foi feita pela equipe de Finanças Sociais da SITAWI. As possíveis organizações a serem apoiadas pelo mecanismo passaram por um processo de análise que consistiu na compreensão dos modelos de negócios, situação financeira e impacto social gerado. Além disso, os empreendedores selecionados contam com acompanhamento do negócio ao longo do empréstimo para mensurar os indicadores de impacto.

A modelagem do instrumento foi realizada em parceria com a Broota Brasil, plataforma online dedicada a equity, que agora integra também o serviço de Crowdlending a partir dessa primeira experiência com a SITAWI.

Nesta primeira emissão, a organização escolhida foi a Inteceleri, empresa de tecnologia voltada para a criação de projetos, soluções e ferramentas capazes de ajudar a mudar a forma como se ensina Matemática no Brasil. O principal produto da empresa é o Programa Matematicando, cuja implementação em cada escola dura aproximadamente 1 ano. Nesse período, a equipe de educadores capacita os professores e os alunos no programa e realiza os torneios de matemática, em três etapas, para poder comparar os resultados.

O aporte realizado tem como objetivo o desenvolvimento do Geometricando, seu novo produto de realidade virtual que utiliza cenários das cidades Amazônicas para introduzir a geometria no dia a dia do aluno. Este produto atenderá ao alunos do ensino fundamental II e proporcionará uma extensão da permanência dos projetos da empresa nas escolas.

Conheça o case da Inteceleri aqui

Tweet about this on TwitterShare on Facebook