Primeira campanha do Matchfunding BNDES+ arrecada mais de R$2 milhões

Chega ao fim a campanha de arrecadação do edital 2019 do Matchfunding BNDES+ Patrimônio Cultural. Fundo filantrópico da SITAWI co-idealizado com a plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria, o Museu Vivo e o BNDES, a iniciativa avaliou mais de 50 projetos, tendo selecionado 20 deles para começarem campanhas de financiamento coletivo.

Dezoito projetos atingiram suas metas e terão sua arrecadação triplicada pelo BNDES através do Matchfunding BNDES+ Patrimônio Cultural. São eles:

Animação Velha Guarda da Portela (Rede Samba) | Artes sem Fronteiras: bibliotecas em rede (Redarte) | Cantos da Terra (Cantos Terra) | Escadaria do Selarón – Pedaços do Mundo (Associação Antigo) | Guia (Co)Memorativo da Boa Vista (Coletivo Massapê) | Memórias Indígenas | Meu Baque é Semeador (Associação Cultura) | Museu Bispo do Rosário (Bispo Cultural) | Museu Imperial (Sociedade Imperial) | Museu de Imagens do Inconsciente (Sociedade) | Neojiba – Sarau da Arca (Instituto Música) | Narrativas Invisíveis (Drone Brasil) | Reforma do Recinto das Aves Museu Goeldi (Instituto Peabiru)  Retratos da Imigração Judaica (Associação Paulo) | Teatro Oficina É Legado (Associação Uzona) | Tectur Campina (Fundação Tecnológico) | Turismo Afro Cultural na Fazenda Roseira (Associação Ribeiro) | Vestimenta Cênica (Theatro Municipal)

O Matchfunding BNDES+ é o primeiro projeto do setor público a adotar um modelo de financiamento combinado, unindo o aporte direto do BNDES ao financiamento coletivo (crowdfunding) voltado para a preservação de patrimônios. A cada R$ 1 doado, o BNDES aporta R$ 2, observando o valor máximo de R$ 200 mil para cada projeto.O edital 2020 será disponibilizado em breve. Para mais informações, acesse. www.benfeitoria.com/canal/bndesmais