Plataforma de Empréstimo Coletivo SITAWI prepara terceira rodada de investimento

Vem aí mais uma rodada de investimento em organizações de impacto socioambiental positivo pela Plataforma de Empréstimo Coletivo, parceria da SITAWI com o Instituto Sabin. Pessoas interessadas em diversificar e ressignificar seus investimentos poderão emprestar a partir de R$ 1 mil diretamente a dois negócios de impacto positivo e terão o capital de volta em parcelas de 30 meses, com acréscimo de juros equivalentes a 7,15% ao ano (0,5778% ao mês) ou 376% do CDI (taxa de agosto de 2020).

A plataforma está disponível em www.emprestimocoletivo.net, e a nova rodada será realizada em setembro. Os interessados em investir já podem se cadastrar para serem notificados assim que a rodada estiver aberta. Em breve, será possível visualizar na plataforma o perfil e as informações de impacto e projeções financeiras dos dois negócios. As organizações selecionadas para captar investimento nesta terceira rodada da Plataforma de Empréstimo Coletivo são Manaós Tech e Movimento Eu Visto o Bem, ambas com missão de impacto socioambiental positivo. No total, elas vão captar R$ 800 mil.

A Plataforma de Empréstimo Coletivo foi lançada em junho de 2019 e possibilita que investidores, principalmente pessoas físicas, possam emprestar dinheiro de forma direta e digital para o sucesso e o crescimento de organizações com missão de gerar impacto socioambiental positivo. De um lado, os investidores obtêm rentabilidade competitiva. De outro, os negócios têm acesso a linha de crédito com juros mais baixos do que os praticados no mercado. O modelo é conhecido como Peer-to-Peer lending. 

O baixo valor do aporte inicial (a partir de R$1.000) é um dos fatores que ajudam a democratizar o acesso ao investimento de impacto no Brasil, tipicamente feito por investidores qualificados ou profissionais. “Selecionamos dois negócios de impacto que estão transformando a realidade social de seu entorno e estão prontos para expandir o seu impacto. A Plataforma de Empréstimo Coletivo SITAWI faz a conexão direta entre esses empreendedores e os investidores que querem aplicar o seu dinheiro com propósito e não tinham acesso a esse tipo de investimento. Pelo êxito das rodadas anteriores, vemos que cada vez mais pequenos investidores buscam isso”, diz Andrea Resende, Gerente de Finanças Sociais da SITAWI.

A 3° Rodada de Empréstimo Coletivo tem como parceiro estratégico o Instituto Sabin, como parceiras de desenvolvimento a CapRate, intermediada pelo Banco Topázio, e a consultoria e agência de comunicação para negócios de impacto social Oficina de Impacto, e apoio jurídico dos escritórios TozziniFreire Advogados e Wongtschowski & Zanotta Advogados.

Quer saber mais sobre como emprestar dinheiro pela plataforma? Clique aqui

Rodadas anteriores

Esta será a terceira rodada de investimento realizada pela Plataforma de Empréstimo Coletivo SITAWI. Com as duas rodadas anteriores, a plataforma ajudou a apoiar 10 negócios de impacto socioambiental positivo com a participação de 208 investidores, contribuindo para mobilizar R$ 4,01 milhões. A primeira rodada levantou no final de 2019 R$ 1,5 milhão de 159 investidores, em sua maioria pessoas físicas, para quatro empresas e uma cooperativa de cinco estados do Brasil: Orgânicos In Box, Stattus4, Inteceleri, UpSaúde e CoopSertão.

A segunda rodada, realizada em março, teve foco em cinco organizações que promovem o desenvolvimento sustentável da Amazônia – COEX Carajás, Na’kau, OKA Juice, Prátika Engenharia e Tucum. Após abertura ao público, as reservas de investimento se esgotaram em menos de 24 horas, superando as melhores expectativas dos organizadores. A rodada aconteceu dentro da chamada de negócios da PPA (Plataforma Parceiros pela Amazônia), da qual a SITAWI faz parte, e ajudou a mobilizar R$ 2,5 milhões no total – cerca de 44% vieram por meio da Plataforma com o investimento de 71 pessoas físicas.