Novo fundo triplicará a arrecadação de projetos que deixem legado para o Patrimônio Cultural Brasileiro

Tweet about this on TwitterShare on Facebook

Iniciativa pioneira de matchfunding no setor público destinará R$4 milhões para financiamento de projetos culturais dos campos de patrimônio material ou imaterial. No maior matchfunding da história, a cada R$1 arrecadado do público, o BNDES aportará R$2. Os recursos totais poderão ultrapassar R$6 milhões, montante que pode ser atingido por meio de doações de terceiros que se interessem pelas iniciativas.

A parceria entre os três setores – público, privado e terceiro setor – foi coidealizada pela Benfeitoria, Museu Vivo e SITAWI Finanças do Bem. O programa será conduzido pela SITAWI, que ficará responsável pela gestão da iniciativa e acompanhamento dos projetos financiados, em parceria com a Benfeitoria, uma das principais plataformas de crowdfunding no país, criadora deste modelo de matchfunding.

“É a primeira vez que a SITAWI gerenciará um fundo filantrópico voltado para o setor cultural, dentre os mais de 20 fundos geridos. E ele foi possível graças à colaboração entre os setores. Quando você financia em parceria, há um conjunto maior de pessoas interessadas, permitindo que a sociedade participe dando visibilidade e legitimidade ao projeto. Esse modelo inovador corrobora para que a SITAWI continue mobilizando capital para projetos de impacto junto ao setor público” afirma Leonardo Letelier, CEO da SITAWI.

Para ser elegível ao programa, o projeto deve deixar um legado ou seja, benefícios perenes para patrimônios culturais, materiais e imateriais, reconhecidos ou em processo de reconhecimento nos âmbitos federal, estadual, municipal ou mundial (Unesco).

O programa ainda oferece treinamento sobre crowdfunding. “Além do engajamento da sociedade, o programa tem como premissa a capacitação geral da cadeia do setor de patrimônio, para dar maior sustentabilidade financeira e capacitar as instituições a elaborar e submeter projetos por meio das plataformas de financiamento coletivo”, explica Eduardo Bizzo, Gerente do Departamento de Educação e Cultura do BNDES.

A expectativa é que até 80 projetos sejam selecionados por meio de editais ao longo de 2019 e 2020. Fique de olho nas redes da SITAWI para a chamada dos projetos.

O que é um Matchfunding? O conceito consiste na combinação de patrocínio com financiamento coletivo, no qual um agente de fomento dobra ou triplica a arrecadação de um projeto em crowdfunding (financiamento coletivo), fazendo o “match” a cada real investido pelo público. O “Programa Matchfunding de Cultura BNDES” é a primeira iniciativa de matchfunding do setor público com a sociedade civil. A iniciativa sugere uma nova alternativa para financiamento de projetos de natureza cultural alinhada diretamente com interesse dos cidadãos.

Tweet about this on TwitterShare on Facebook