Milton Nascimento e Criolo lançam Fundo Filantrópico contra a vulnerabilidade social em meio à pandemia do novo coronavírus

No fim de abril de 2020, os artistas Milton Nascimento e Criolo lançaram o clipe de releitura da canção “Não Existe Amor em SP”. O vídeo foi o mote do lançamento do Fundo Filantrópico #ExisteAmor, que está com arrecadação aberta ao público. 

O principal objetivo do fundo é atender a população em situação de vulnerabilidade social em meio à crise do novo coronavírus. O mesmo tem gestão financeira da SITAWI, que ficará responsável pelo repasse do fundo a organizações como É de Lei, SP Invisível, Arsenal da Esperança, entre outras.

“Esse projeto pra mim é como um sonho. Depois de tantas coisas maravilhosas que eu vivi nestes mais de cinquenta anos de carreira, nunca pensei que fosse ter o privilégio de participar de algo tão intenso. É com um sentimento de muita emoção que nós agora compartilhamos essa história com vocês”, comentou Milton Nascimento.

“Mais uma vez, a arte se apresenta como instrumento de humanização e sensibilidade em um momento de crise. É a exaltação da importância das questões humanitárias, já que nos extremos e em todas as favelas do Brasil, o estado de calamidade pública existe durante o ano todo. E o que fica de lição deste momento é que nós temos, sim, força para transformar tudo em algo bom, em algo melhor. Passaremos por isso e estaremos mais atentos ao tanto de necessidade que os lugares mais frágeis da sociedade brasileira tem passado. Que possamos nos unir e não esquecer dessa dura passagem de nossas vidas, que possamos tornar isso energia de solidariedade e de construção de um mundo menos desigual. Só o amor, através da compreensão, compaixão e trabalho, pode oferecer essa mudança. E a arte é ferramenta fundamental deste processo”, disse Criolo.

O projeto é resultado de uma parceria da AKQA, do Coala.Lab, da Benfeitoria e da Nascimento Música e da Oloko Records, gravadoras de Milton e Criolo.