Investimento responsável na prática: webinar apresenta ferramentas utilizadas para integração ASG

Tweet about this on TwitterShare on Facebook

O conceito de investimento responsável consiste na incorporação de questões ambientais, sociais e de governança (ASG) nos processos de seleção e gestão de investimentos. Ferramentas e abordagens utilizadas na mitigação de riscos ASG e busca por melhores retornos foram tema do webinar “Investimento Responsável na prática” realizado pela SITAWI no dia 18 de julho.

A discussão foi conduzida pelo diretor da SITAWI, Gustavo Pimentel, e pela consultora de Finanças Sustentáveis, Carla Schuchmann. Profissionais de sustentabilidade, gestores de empresas e analistas de investimento que participaram da apresentação puderam se aprofundar em Abordagens de Investimento Responsável e Ferramentas de Análise ASG, como a Metodologia de Valuation ASG da SITAWI e a plataforma de Rating ASG da VigeoEiris.

Estudos apontam que incorporar questões ASG na análise leva a um melhor retorno ajustado a risco nos investimentos. Os fatores socioambientais também influenciam as diferentes classes de ativos financeiros, como renda variável, títulos de dívida e imóveis. O volume de ativos gerido globalmentes com abordagens de investimento responsável tiveram grande crescimento ao longo dos últimos anos.

A iniciativa Princípios para o Investimento Responsável (PRI), parceria entre a Iniciativa Financeira do Programa da ONU para o Meio-Ambiente (UNEP FI) e o Pacto Global da ONU, tem como objetivo engajar investidores a integrarem temas ASG em suas decisões de investimento e propriedade de ativos. Essa iniciativa vem crescendo o número de investidores signatários de maneira consistente desde sua formação em 2006.

PRI_Signatarios

Segundo o Global Sustainable Investment Review, mundialmente o total de ativos geridos profissionalmente com abordagem de investimento responsável cresceram 25% nos últimos 2 anos. A Europa é o principal mercado com essa abordagem. Em 2016, a região contabilizou 12 trilhões de dólares em ativos geridos que usam essa abordagem, representando um aumento de 11,7% em relação a 2014.

GSIR_Webinar

No Brasil, parte dos fundos de pensão utilizam os critérios ASG para decisão de investimento. Cerca de R$117 bilhões de ativos sob gestão dos 50 maiores fundos incorporam esses critérios com um grau de sofisticação médio ou alto.

Detalhes sobre a incorporação ASG dos fundos de pensão podem ser acessados no estudo RI Brazil 2016, produzido pela SITAWI, que analisa questões como política de investimento, grau de sofisticação das práticas ASG, entre outros tópicos.

grafico_fundosdepensao

Durante o webinar, a SITAWI apresentou duas ferramentas disponíveis para apoiar investidores nas análises ASG: metodologia de valuation ASG e o  rating ASG – Vigeo Eiris.

A metodologia de valuation ASG consiste em uma modelagem quantitativa de integração do impacto ASG no valor de mercado das empresas que, em linhas gerais, significa a precificação de externalidades ASG para posterior integração no modelo fundamentalista. A SITAWI já cobre mais de 100 empresas brasileiras e 40 latino americanas com essa metodologia

O rating ASG é oferecido através da parceria com a Vigeo Eiris. Ele consiste em uma análise qualitativa da gestão ASG das empresas que gera ratings gerais e específicos para cada tema. Através de uma ferramenta online é possível ter acesso a análise detalhada de 4 mil empresas, fazer análise de portfólio e de benchmark setorial e por país.

Por meio desses e outros trabalhos, a SITAWI foi eleitapelo Independent Research in Responsible Investment – IRRI 2016 como uma das dez melhores agências de  pesquisa socioambiental para investidores; na categoria individual de melhor analista, nosso diretor ficou em segundo lugar, e tivemos outros dois profissionais entre o top15.

Confira o material completo apresentado no webinar e conheça mais sobre as metodologias de avaliação socioambiental.

bottom-acesseomaterial

Tweet about this on TwitterShare on Facebook