Fundo Filantrópico SouMinasGerais desembolsa 450 mil reais para reconstrução da Bacia do Rio Doce

Recursos foram arrecadados a partir de shows beneficentes realizados em São Paulo e Minas Gerais

No mês de Dezembro, artistas como Caetano Veloso, Criolo, Maria Gadú e Tulipa Ruiz se reuniram em dois shows beneficentes para auxílio às famílias impactadas pelo rompimento das barragens em Mariana-MG. As apresentações reuniram mais de 13 mil apoiadores da causa na Esplanada do Mineirão, em Belo Horizonte, e no Espaço das Américas, em São Paulo. A quantia arrecadada dos ingressos foi destinada ao Fundo Filantrópico SouMinasGerais, gerido pela SITAWI Finanças do Bem.

Captura-de-Tela-2016-02-02-as-8.00.13 PM

O valor arrecadado atingiu a marca de 450 mil reais e foi direcionado para o projeto colaborativo RiodeGente, que consiste em uma pesquisa independente, coordenada pelo Greenpeace, para mensurar os impactos da catástrofe e apontar soluções para a reconstrução da Bacia do Rio Doce, em Minas Gerais.

O fundo foi constituído a partir da arrecadação dos ingressos dos shows. A edição de São Paulo teve um público pagante de 2780 pessoas, angariando R$110,492.54. Já em Belo Horizonte, o público atingiu a marca dos 10.597, contabilizando R$340,052.00. Cabe ressaltar que os artistas abdicaram de seus cachês e, portanto, somente a estrutura foi custeada pela iniciativa da Oloko Records e Criolo; Uns Produções e Caetano Veloso; Helber Oliveira e Jota Quest; e da produtora mineira Macaco Prego Arte e Cultura.

Para acompanhar o desenvolvimento da pesquisa você pode acessar http://riodegente.org.br.