Força Tarefa de Finanças Sociais lança relatório com avanços e desafios para o fortalecimento do ecossistema no Brasil

Tweet about this on TwitterShare on Facebook

A Força Tarefa Brasileira de Finanças Sociais – FTFS, da qual a SITAWI Finanças do Bem compõe a diretoria executiva junto ao Instituto de Cidadania Empresarial – ICE, lançou no dia 21 de fevereiro, o relatório “Avanço das recomendações e reflexões para o fortalecimento das Finanças Sociais e Negócios de Impacto no Brasil. O estudo mapeou mais de 45 iniciativas em desenvolvimento como resposta às 15 recomendações prioritárias, organizadas pela Força Tarefa para expansão e fortalecimento do campo das finanças sociais no país.

“O relatório é muito importante para consolidarmos os pequenos e os grandes avanços do campo e termos uma visão de complementariedade das ações. Além de identificar os desafios, ele proporciona aos atores do ecossistema uma reflexão sobre como podem contribuir para esta agenda”, comentou Leonardo Letelier, CEO da SITAWI.

As recomendações fazem frente aos principais desafios do setor e visam seu fortalecimento, como a ampliação da oferta de capital, o aumento do número de negócios de impacto, o fortalecimento das organizações intermediárias e a promoção de um macroambiente favorável.

“Queremos mostrar que a efetividade da implementação das recomendações depende do engajamento de diversos atores e projetos complementares. Já há diversos marcos a serem celebrados e disseminados, ressalta Célia Cruz, Diretora Executiva do Instituto de Cidadania Empresarial – ICE, que compõe a Diretoria Executiva da Força Tarefa ao lado da SITAWI.

Acesse o relatório aqui.

Sobre a Força Tarefa Brasileira de Finanças Sociais
A Força Tarefa de Finanças Sociais é um grupo que reúne representantes de diversos setores com o intuito de buscar soluções sistêmicas para atrair mais capital para financiar inovações que aliem impacto social e sustentabilidade financeira. A Força Tarefa atua na criação e na disseminação de conceitos claros sobre finanças sociais, na articulação de atores estratégicos e na priorização e acompanhamento de ações de forma a acelerar o crescimento desse campo no país.

Tweet about this on TwitterShare on Facebook