Financiamento de Infraestrutura Sustentável na América Latina e Caribe

Novo relatório “Financing Sustainable Infrastructure in Latin America and the Caribbean”, publicado pelo BID e com co-autoria da SITAWI e da South Pole, mapeou os instrumentos financeiros e de mercado de capitais para financiar infraestrutura sustentável na América Latina e no Caribe. 

O objetivo do estudo é avaliar a efetividade dos veículos de investimento em projetos de infraestrutura, especialmente através do mercado de capitais, e o potencial desses veículos para serem adaptados para financiamento de projetos de infraestrutura sustentável. Para cada país, há uma análise da regulação e do mercado e estudos de casos emblemáticos, fechando com recomendações para expandir o mercado.

“Ao contrário do senso comum, o estudo mostra que não são necessários incentivos fiscais para instrumentos do mercado de capitais serem usados no financiamento da infraestrutura. Bons marcos legais e regulatórios, com adequada distribuição de risco entre os agentes, são capazes de atrair investidores domésticos e internacionais. Os países da região tem muito a aprender uns com os outros”, argumenta Gustavo Pimentel, Diretor Executivo da SITAWI e co-autor do estudo. 

A longa vida útil de ativos de infraestrutura significa que decisões atuais terão impactos duradouros nas economias, tornando crucial a inclusão da sustentabilidade no seu desenvolvimento. O estudo tem como foco Brasil, Argentina, Chile, Peru, Colômbia e México que, além de representarem 75% do PIB da América Latina e do Caribe, foram selecionados com base no nível de desenvolvimento do seu mercado financeiro.

Para baixar o relatório, clique aqui.