SITAWI lança estudo sobre as mudanças recentes na gestão socioambiental do BNDES

Tweet about this on TwitterShare on Facebook

Ao longo do último ano, a SITAWI monitorou as mudanças estruturais e operacionais realizadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES. Dentre as modificações anunciadas, várias impactam a gestão socioambiental do banco. Além destas, o BNDES avançou na implementação da sua Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA), realizando entregas já previstas no Plano Plurianual da PRSA (2014-17).

Foram identificados doze pontos de destaque nas dimensões de Governança, Políticas Operacionais, Monitoramento das Operações e Captação de Recursos. A análise sobre essas mudanças estão reunidas no estudo “Caminhos da Responsabilidade Socioambiental no BNDES – Uma avaliação da evolução no período de junho/2016 a junho/2017“, lançado nesta terça-feira, dia 5.

MídiasSociais

“Como o banco tem seu Plano Plurianual da Política de Responsabilidade Socioambiental a implementar, destacamos também se estas mudanças estão alinhadas ou não às ações inicialmente previstas, e se os prazos do Plano estão sendo cumpridos”, comentou Guilherme Teixeira, consultor de Finanças Sustentáveis da SITAWI e autor do estudo.

Além de referenciar os avanços, o diagnóstico aponta caminhos para materialização do impacto positivo das ações anunciadas.

“Para cada mudança, apontamos os potenciais benefícios e propomos desdobramentos para o curto e médio prazo, a fim de garantir que os efeitos sejam de fato positivos ou estejam além de ganhos iniciais”, analisou Gustavo Pimentel, diretor da SITAWI.

Com o apoio da Fundação Mott, a publicação recém-lançada dá continuidade à análise publicada em setembro de 2016 e espera contribuir com o monitoramento da sociedade a respeito do banco e com a busca de soluções para a evolução de sua gestão socioambiental.

Acesse gratuitamente o material.

bottom-acesseomaterial

Tweet about this on TwitterShare on Facebook