Estudo analisa incentivo fiscal à doação

O Brasil é um dos países com menor incentivo fiscal a indivíduos e empresas a doar, e tem um dos modelos mais restritivos do mundo! É o que aponta o estudo “Estados Doadores – Uma comparação internacional do tratamento fiscal da doações” sobre incentivos fiscais para doações da Charities Aid Foundation (CAF).

A publicação analisa as práticas de incentivo fiscal à doação em 26 países e conclui que o regime brasileiro é complexo, privilegia causas específicas, só admite doações para projetos pré-selecionados pelo governo e impõe um árduo trabalho burocrático para aqueles que pretendem receber e doar por meio de renúncia fiscal.

A missão da SITAWI é multiplicar sua doação: a cada R$1 investido na nossa organização, quase R$5 retornam para o setor social. Leia o estudo completo: http://bit.ly/1YIOyFP