EncontrADA: Manejos, Técnicas e Cuidados

Durante quatro dias, a NUVEM – Estação Rural de Arte e Tecnologia reuniu cerca de quarenta pessoas na Serrinha do Alambari em Resende para o EncontrADA: Tecnologias, Manejos e Cuidados. O projeto conta com a gestão administrativa da SITAWI Finanças do Bem e apoio da Ford Foundation e Fundo de Investimento Social – ELAS.

A vivência, realizada entre os dias 02 e 05 de Junho, proporcionou a partilha de conhecimentos, escuta consciente e convivência coletiva. Através de oficinas e rodas de conversas, o evento permitiu um encontro com o outro, um encontro consigo e reflexões sobre o universo feminino e tecnologia. Os espaços propuseram temas diversos como auto-cuidado, segurança digital, vivência com plantas e marcenaria e ganharam forma com as participantes de territórios vizinhos, como Visconde de Mauá, Penedo e Resende, e outros mais longínquos, como Brasília, Porto Alegre, Salvador, Bogotá.plantas5

Anais-Karenin, paulista que vive no Rio há cinco anos, conta que iniciou os estudos relacionados à plantas medicinais aos 14 anos. Artista visual de formação, facilitou oficina de conexões com plantas e comentou sobre o encontro.

– A oficina proporcionou um momento de trocas muito importante. Como no encontro estávamos em busca de lidar com tecnologias e manejos dos nossos afetos, transmitir ensinamentos que enfoquem na autonomia com as plantas foi muito rico. Busquei na oficina abordar as plantas desde a potencialização da intuição das participantes, pra desfazer uma relação distanciada e temerosa que cada uma tivesse com as ervas, especialmente nessa busca por um contato mais terapêutico – disse.

Ela contou sobre a relação que fazemos dos saberes terapêuticos com nossas vivências familiares e como o estudo parte das dúvidas individuais de cada participante com o próprio corpo.

– O primeiro dia foi bastante imersivo e acessamos muitos compartilhamentos de narrativas pessoais e conhecimentos resgatados da memória da família, das avós. No segundo dia ensinei minhas receitas, o manejo das plantas, a feitura de determinadas formas de medicamentos que podem compor uma farmácia caseira. Os assuntos partiram muito da demanda de cada corpo. E sinto que essa relação ficou bastante amplificada pela relação com o espaço rural, cada uma de nós já estavamos em constante contato e diálogo com as plantas naquele contexto rural, e isso ajudou muito. Fora isso a oficina ficou quase expandida ao encontro por completo, porque a cada dia pessoas vinham até mim em busca de tratamentos para mal estares que sentiam ali (dor de cabeça, estomago) e principalmente dores que já estavam sentindo a bastante tempo. Foi realmente a abertura de um canal muito importante, literalmente de Conexão com as Plantas – concluiu.

A EncontrADA teve início em 2012 dentro da programação de atividades da Nuvem – Estação Rural de Arte e Tecnologia. A coordenadora da iniciativa, Cinthia Mendonça, afirma que o projeto tem se tornado referência na comunidade da Serrinha, no município de Resende, no Sul Fluminense.

– A comunidade da Serrinha é muito empreendedora. Esta edição do EncontrADA teve uma participação expressiva de moradoras locais. Estamos fortalecendo uma rede local bem coesa e tem coisa boa por vir – comentou.

Para o segundo semestre, o projeto organiza o “Interactivos?16”, que consiste em um laboratório colaborativo com objetivo ede criar uma plataforma de troca de informações e tecnologias sobre o manejo consciente e sustentável da água, assim como oferecer estrutura para o desenvolvimento de soluções e ideias sobre o tema. Acompanhe o blog da SITAWI e fique por dentro dessa e outras iniciativas da Rede do Bem.

NUVEM – Estação Rural de Arte e Tecnologia

A Nuvem – Estação Rural de Arte e Tecnologia investe em parcerias e em um novo formato de coordenação que se biparte em frentes de trabalho autônomas. Este ano o projeto conta com a assessoria do FUNDO SOCIAL ELAS e da SITAWI Finanças do Bem, além do apoio da Fundação Ford. Dividida em duas frentes, as iniciativas são coordenadas por Cinthia Mendonça e Bruno Vianna, sendo uma “feminismos e deslocamentos” que  está comprometida com a equidade de gênero e o compartilhamento de técnicas, tecnologias e metodologias para além das fronteiras do projeto, considerando também outras comunidades rurais. A Coordenação Atividades Territoriais tem como objetivo realizar laboratórios e demais atividades de criação e Mutirões Nômades de Mínimo Impacto Ambiental no região de Visconde de Mauá, em Resende. Ambas as coordenações estão comprometidas com a inclusão tecnológica, assim como a valorização de saberes populares e o uso de licenças livres.