SITAWI participa de banca de avaliação de negócios sociais acelerados pelo laboratório de inovação social do Oi Futuro

A analista de Finanças Sociais da SITAWI, Marcela Miranda, participou da banca de avaliação da 1ª edição do Programa de Aceleração de Negócios Sociais do Labora, o laboratório de inovação social do Oi Futuro, com execução técnica da Yunus Negócios Sociais e a participação de cinco iniciativas.

A banca de avaliação foi composta por especialistas de mercado com conhecimento e experiência nas áreas de gestão/negócios, investimento, inovação e impacto social. Dentre eles, tiveram representantes do Oi e Oi Futuro, Yunus Negócios Sociais, Gávea Angels, SITAWI, FINEP e SEBRAE-RJ. Os avaliadores ofereceram aos empreendedores considerações técnicas acerca dos negócios apresentados contribuindo para o aprimoramento e melhor desempenho dos mesmos.

Para Marcela Miranda, é de grande importância que os negócios tenham foco na oferta de produtos e serviços. “Foram apresentadas excelentes soluções para os desafios socioambientais que temos hoje. O Labora foi uma grande oportunidade que os negócios tiveram para aprofundar em seu modelo de negócio”, comentou a analista. Outra reflexão trazida após o pitching dos negócios foi sobre a necessidade de testar os modelos apresentados e a viabilidade financeira das iniciativas.

Composto por formações e mentorias, a 1ª edição do Programa de Aceleração de Negócios Sociais do Labora/Oi Futuro teve duração de 3 meses e visou fortalecer e acelerar negócios que geram impacto social e transformam a vida das pessoas nas grandes cidades.

Conheça os negócios que participaram da 1ª edição do Programa de Aceleração de Negócios Sociais do Labora/Oi Futuro:

Recicletool | Recife
Criada como uma ferramenta para solucionar as demandas geradas pela Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010), a Recicletool é um equipamento automatizado que identifica resíduos recicláveis e clientes depositantes, utilizando tecnologia brasileira para gerar informações a partir da logística reversa de embalagens, no pós-consumo. Utilizando tecnologia de leitura ótica, a máquina realiza a identificação dos resíduos que são depositados na máquina pelos clientes, fazendo o cadastro dos mesmos para crédito financeiro da reciclagem.
Saiba mais: www.recicletool.eco.br/ www.youtube.com/watch?v=VAiRRjZLN0o

818 Energia | Rio de Janeiro
8 minutos e 18 segundos é o tempo médio que um raio de sol leva para atingir a superfície da terra. A 818 [oito um oito] Energia é uma empresa jovem, inovadora e idealista, que surgiu com o objetivo de democratizar o acesso a energia solar no Brasil, gerando muito impacto social e ambiental positivo no processo. Hoje, a 818 Energia é uma plataforma [em construção] que conecta pessoas/empresas que possuem espaço de telhado disponível com aqueles sem espaço. Nesse contexto, o locador gera receita através do seu telhado, enquanto o locatário tem a oportunidade de produzir energia limpa e barata, sem se preocupar com a falta de espaço. Em conjunto, ambos contribuem com o avanço do ecossistema, que leva a um Brasil mais justo e sustentável.
Saiba mais: www.818energia.com.br

Malalai | Belo Horizonte
A MALALAI TECNOLOGIA DE SEGURANÇA LTDA é uma startup que se propõe a desenvolver tecnologias de segurança e atualmente desenvolve aplicativo e wearable segurança pessoal feminina. Há um aplicativo gratuito Android disponível em versão de teste e a versão para iOS está em desenvolvimento. As primeiras peças de wearables serão disponibilizadas em uma campanha de crowdfunding em outubro deste ano. O trabalho desenvolvido até o momento foi financiado por bootstrapping e iniciativas de fomento.
Saiba mais: www.malalai.com.br / www.facebook.com/malalai.startup  

Diáspora.Black | Rio de Janeiro
A Diáspora.Black atua na promoção da igualdade racial e valorização da cultura, memória e história da população negra por meio de plataforma digital que articula em redes viajantes, anfitriões, experiências e serviços ligados ao turismo em diferentes cidades. O propósito é garantir a ativação da economia dentro da comunidade negra, apostando na vocação do turismo como vetor de geração de renda e fortalecimento de identidades e referências culturais.
Saiba mais: www.diaspora.black / www.facebook.com/diaspora.black

Spindow | São Paulo
Spindow oferece soluções inovadoras para o ensino-aprendizagem de línguas. Sua missão é promover um ensino inclusivo e motivador. Atualmente cerca de 50 educadores de diversos estados brasileiros utilizam o Tabuleiro Spindow (um produto patenteado nacional e internacionalmente) para ensinar inglês aos seus educandos, que também aprendem com o Aplicativo Web Spindow (cerca de 200 usuários atualmente).
Saiba mais: www.spindow.com.br