R$200 milhões em debêntures verdes com parecer da SITAWI

Tweet about this on TwitterShare on Facebook

A SITAWI emitiu parecer favorável à classificação das debêntures da CPFL Renováveis como título verde, conhecidos internacionalmente como green bonds. A companhia de energia foi a primeira da América do Sul a emitir um título verde certificado pelo ‘Conselho de Normas da Climate Bonds’ (Climate Bonds Standard Board). A debênture, no valor de R$ 200 milhões, foi emitida em 2016 e os recursos foram utilizados para a construção dos projetos eólicos Campos dos Ventos e São Benedito, com 231 MW de capacidade instalada, localizados no Rio Grande do Norte.

Este é o segundo parecer que a SITAWI, organização pioneira na avaliação de títulos verdes no Brasil, fornece quanto ao desempenho ambiental de projetos financiados com os recursos do green bond. Sua parceira internacional, VigeoEiris, realizou a verificação da emissão conforme os critérios da Climate Bonds Standards Board. A emissão do Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA Verde) da Suzano Papel e Celulose, em Novembro 2016, foi a primeira a receber parecer positivo da SITAWI.

“A SITAWI vem desde 2014 promovendo os títulos verdes como veículo de captação de recursos para empresas brasileiras alinhadas a uma economia de baixo carbono. Estamos felizes de ter assessorado mais um pioneiro deste mercado. Estamos envolvidos em mais 4 operações e esperamos que mais empresas brasileiras possam em breve se juntar às pioneiras Suzano e CPFL Renováveis no mercado de green bonds doméstico”, comentou Gustavo Pimentel, Diretor da SITAWI.

Nesta semana, o BNDES anunciou a Vinci Partners como gestora de seu Fundo de Energia Sustentável, que terá R$ 500 milhões para comprar debêntures verdes certificadas do setor de energia, dando uma sinalização forte para futuros emissores.

“Somos uma empresa 100% verde. Apostamos no desenvolvimento do mercado de green bonds no Brasil, pois acreditamos ser uma oportunidade promissora para financiar projetos que estimulem o desenvolvimento sustentável do País”, afirma Gustavo Sousa, Diretor Presidente da CPFL Renováveis.

O green bond é um título de dívida que vincula os recursos captados a projetos e ativos ambientalmente sustentáveis. Desde a primeira emissão em 2007, já são mais de USD 200 bilhões captados com o instrumento. Saiba mais lendo o Guia para a Emissão de Títulos Verdes no Brasil.

estudos

Tweet about this on TwitterShare on Facebook